História do vestido de noiva

A história do vestido de noiva está ligada à origem do casamento. Existem relatos bíblicos de uniões e casamentos. Desde épocas como a Roma Antiga que as noivas vestiam algo de especial nesse dia.

Há séculos atrás, o casamento era visto como um contrato comercial, pouco ou nada tinha de romântico. Os pais é que escolhiam com quem os filhos se casavam. Como tal, a roupa da noiva era uma das formas de mostrar as posses da família.

noivaidademedia

vestidodenoivarenascimento

Os vestidos de noiva podiam ser de qualquer cor, inclusivamente vermelho (na Idade Média) e até preto (Alto Renascimento – século XVI).

Sobre o uso do branco no vestido de noiva há vários relatos e sem consenso. Há quem diga que a rainha Mary Stuart, da Escócia, foi pioneira e aderiu ao branco no século XVI. Outro relato aponta para o casamento da rainha Maria de Médici, da França (século XVII) que terá usado uma vestimenta branca, com detalhes dourados e com decote quadrado.

marystuart

Mary Stuart

mariademédici

Maria de Médici

Mas o branco associado ao casamento romântico foi trazido pela rainha Vitória de Inglaterra, no século XIX. Ela foi uma das primeiras nobres a casar por amor. Tratou ela própria de tudo no seu casamento, incluindo a escolha do noivo. 🙂 Envergou um modelo de cetim branco debruado com flores de laranjeira. A partir daí o branco passou a ser ícone de pureza das noivas.

rainhavitória2

rainhavitória3

A maioria das mulheres, no entanto, ainda preferia vestidos coloridos, que poderiam ser usados noutras ocasiões. Até porque obter tecido branco e mantê-lo nessa cor era extremamente difícil e dispendioso. Só na década de 20 do século passado é que o vestido de noiva passou a ter a conotação que conhecemos hoje e o branco passou a ser a cor padrão.

É também nessa mesma década que as noivas começam a mostrar as pernas com vestidos de linha reta. Hoje em dia, os vestidos de casamento deixam-se influenciar por diferentes correntes, ditadas por desenhadores que procuram inspiração nas passerelles de alta costura.

kate

O uso do véu pode ter vários simbolismos. Por exemplo, separar a vida da mulher antes e depois do casamento – a vida de solteira vs a vida de casada. Ou, outro exemplo, proteger a noiva dos maus espíritos, infortúnios e possíveis admiradores.
A grinalda, quando começou a ser usada, servia para distinguir a noiva dos restantes convidados da cerimónia.