O ‘animal print’ veio para ficar

Se há padrão que conta com décadas de história é o ‘animal print’. E praticamente inalterado porque é um padrão em que pouco há a mudar. Continua no entanto a conquistar-nos e a dar aquele ar de “mulher com garra”. 🙂

O uso de peles como vestuário é tão antigo quanto a nossa existência. Desde tempos remotos que o homem usou peles de animais para se cobrir, para se aquecer. Nessa altura não se dava importância ao padrão. A palavra de ordem era sobrevivência.

peles

Mas entretanto o uso de pele animal começou a ser símbolo de poder. No século XVIII o uso destes padrões começou a significar luxo entre a nobreza, porque remetia para a vida exótica africana.

peles3

Pode-se dizer que o filme “Tarzan” (anos 30 do século passado) foi um marco que ajudou a promover no mundo da moda os estampados de inspiração africana.

Um dos exemplos disso é o vestido criado em 1936 pela casa francesa Busvine, feito com padrão de leopardo. Na década de 40, Christian Dior foi o primeiro a usar o padrão tigress, e não a pele, num vestido apropriadamente chamado “África”. E assim começou a febre pelo ‘animal print’.

peles2

peles4

Vestido Dior, década de 40

Factos históricos à parte, certo é que no tempo quente este padrão assenta que nem uma luva em saias, vestidos e calções.

saiatigress

vestidotigress

tigresscalçao

No tempo frio, é vê-lo em casacos, saias, lenços ou echarpes.

casacotigress

tigress

saialapis

echarpe

O importante é saber usar o ‘animal print’. Como padrão marcante que é deve ser combinado com peças neutras, cores lisas e tecidos simples (“não” às rendas, por exemplo).

As calças também podem mostrar sofisticação neste padrão, desde que se siga a mesma máxima.

calçastigress

tigressmistura

Devo fazer uma ressalva. Já não é descabido misturar padrões (como se pode ver numa das imagem acima) mas é sempre um risco!…

De qualquer modo, apimentem o vosso dia a dia com ‘animal print’ quanto baste, porque tudo o que é demais/exagerado também chateia…

Vejam o “up” que este padrão confere ao visual, se usado apenas nos acessórios…

cintos

clutch