Será saia ou calça?

As calças são um dos símbolos do poder feminino. Sabiam que até aos inícios de 1900 as mulheres não podiam usar esta peça de roupa? Era um exclusivo dos homens e a classe feminina, reprimida como era, ficava-se pelas saias (discretas, claro – nada de peças justas ou curtas). Se a mulher mostrasse o tornozelo na altura já era considerado um ultraje!!

Pois bem, lá para 1900 e picos e com o eclodir da Primeira Guerra Mundial, as mulheres começaram a conquistar terrenos que até então lhes eram vedados. Inclusivamente na forma de vestir. Foi então que começaram a vestir as primeiras calças. Uma calças que se confundiam com saias por serem amplas e longas. Estávamos mais ou menos em 1920. Eram as calças estilo Palazzo. Já ouviram falar?
marlene-dietrich-calca-515
Acima podem ver a atriz Marlene Dietrich, uma das primeiras a usar calças na altura, precisamente as calças Palazzo.
Na década de 70 os estilistas voltaram a pegar em força neste modelo e reinventaram-no.
palazzo seventies
Seria engraçado ir ao armário das nossas mães e vestir umas calças Palazzo. Mas acho que nem é preciso tanto. Isto porque elas estão super em voga!

Vejam a atriz brasileira Grazi Massafera a brilhar com esta peça super elegante. Ah, e obtenham a resposta à pergunta inicial. 🙂 “Calça ou saia?”
grazi massafera
A calça Palazzo não marca as gordurinhas indesejáveis. Pelo contrário, disfarça-as. A que se usa atualmente é de cintura subida e pode completar-se com um top ou com uma blusinha bem simples. É preferir calçar sapato alto, porque confere ainda mais elegância. Mas os rasos não estão proibidos.
modelo palazzo beje
palazzo beje
palazzo cinza
A calça Palazzo favorece a mulher alta. E as magrinhas, não podem usar? – perguntarão. Para tudo há truques. No caso das mais pequeninas a ideia é alongar a silhueta. Como? Evitando calças Palazzo estampadas e apostando nas parte de cima com colares longos, por exemplo.
palazzo alonga silhueta
Se ainda não estão convencidas, fica uma última aliciante: as calças Palazzo são do mais confortável que pode existir e sem que percamos o nosso ar feminino. Boas compras! 😉