Uma moda chamada… saia plissada

A saia plissada está a tornar-se naquela peça que todas devemos ter no roupeiro. Mais curta, ou mais comprida, em tecidos leves ou mais pesados  e invernosos, as opções são variadas e esta saia presta-se a ser usada em qualquer altura do ano.

Vamos primeiro à origem deste termo – plissado. A origem da palavra “Plisser” é francesa e significa franzido. Mariano Fortuny, um costureiro espanhol, patenteou em 1909 um método de plissamento da seda que lhe permitiu produzir vestidos românticos e flutuantes. Para isso inspirou-se no vestuário leve da Grécia Antiga. Nos anos 20 e também nas décadas de 50 e 60 o plissado fazia sucesso, especialmente depois da célebre aparição de Marilyn Monroe, com uma saia esvoaçante, no filme “O pecado mora ao lado”.

marilyn

Um dos intuitos do plissado foi dar mais movimento aos vestidos das mulheres na hora da dança. A saia plissada confere leveza e ao mesmo tempo realça as formas femininas, de forma discreta.

Como escrevi a atrás, a saia plissada pode ser usada de verão e de inverno.
Em tecido leves e coloridos, para o tempo quente:

verão

… ou em tecidos mais pesados, como a imitação de pele, e com um tamanho médio, para o tempo frio:

plissado1
saiaplissada1
saiaplissada2
saiaplissada3

Já eram ou ficaram agora fãs da saia plissada? 😉